Jornalismo e propaganda

O jornal Público informa hoje, pela mão versada na arte do copy paste de Maria Lopes, que “Balsemão cria um grupo de Bilderberg à portuguesa em Cascais”. No artigo a jornalista observa, sem o mais pequeno vestígio de crítica, que o grupo “pretende ser um fórum de pensamento estratégico em que personalidades essencialmente da sociedade civil procuram discutir soluções para os problemas que o país e a Europa enfrentam”. Imagino que esta informação foi precisamente o grupo quem amavelmente forneceu à jornalista, a qual se limitou a verter para o jornal, sem qualquer exame e tal qual como a recebera. Entre outras informações que parecem ter sido obtidas na mesma fonte sem terem sido submetidas a qualquer tipo de triagem, a jornalista acrescenta que “o objectivo deste novo fórum é (…) ajudar a definir os caminhos e estratégias para que o país tenha uma economia mais forte, mais justa” (sublinhado meu).

Depreendemos que, se a preocupação do grupo é a justiça na economia, o Francisco Louçã deverá ser um dos cabeças de cartaz. No entanto, lemos a lista de membros divulgada pelo jornal e não encontramos o seu nome junto da “empresária Paula Amorim, presidente do Grupo Amorim; Isabel Mota, presidente da Fundação Calouste Gulbenkian; Leonor Beleza, presidente da Fundação Champalimaud; Carlos Carreiras, presidente da Câmara de Cascais; Francisco Pedro Balsemão, presidente da Impresa; António Lagartixo, partner na Deloitte Portugal & Angola; Vasco de Mello, presidente do grupo José de Mello; Pedro Penalva, presidente da AON, um grupo de serviços de gestão de riscos, corretagem de seguros e recursos humanos; António Ramalho, presidente do Novo Banco; e Carlos Gomes da Silva, presidente da comissão executiva da Galp Energia.”

O jornal que em 1999 despediu um jornalista estagiário porque, na cobertura à reunião do clube Bilderberg em Sintra, usara adjectivos na altura considerados “impróprios para jornalismo” (do género de ‘faustoso’) para descrever o cenário do encontro, sabe que não é necessário adjectivar quando se trata de cuidar da reputação e dos negócios de quem se serve dos seus serviços. Percebe-se porque é que Maria Lopes continua no Público há tantos anos, ela que já lá estava à data daquela peripécia tão reveladora de que, em vez de jornalismo, o ofício que mantém as redacções a funcionar é o de cuidar da imagem e da reputação de uma série de clientes e interesses; o de legitimar os seus projectos sociais e económicos. Houve um tempo em que fazer jornalismo implicava investigar e escrutinar. Dava trabalho e exigia tempo e recursos. Hoje, quando até as ciências sociais são inibidas de empreender uma análise crítica do real, tornou-se sinónimo de promoção, propaganda e merchandising.

About PDuarte

Historiador, jardineiro, horticultor. Vive na província. No tempo vago, que procura multiplicar de dia para dia, perde-se em viagens, algumas pelos montes em redor, outras pelos livros que sempre o acompanham. Prefere o vinho à blogosfera, a blogosfera ao Parlamento.

2 opiniões sobre “Jornalismo e propaganda

  1. Estão lá todos, os mesmos de sempre e em Cascais…é triste… Este livro poderia ser um documento interessante mas não sei até que ponto será tendencioso ….

    https://www.rtp.pt/noticias/40-anos-do-25-de-abril/livro-recorda-bastidores-do-ataque-aos-milionarios-no-verao-quente-de-1975_n729391 [https://cdn-images.rtp.pt/noticias/images/img_fb.jpg]

    Livro recorda bastidores do “ataque aos milionários” no … O livro “O ataque aos milionários”, de Pedro Jorge Castro, que é apresentado na quarta-feira, em Lisboa, evidencia a ação do militar Rosário Dias, adjunto do então primeiro-ministro Vasco … http://www.rtp.pt

    ________________________________

  2. A jornalista visada não é a mesma cuja foto encima este texto. A visada é Maria Lopes, a da foto é Maria _João_ Lopes, cujas crónicas aliás se lêem com bastante gosto. Nomes parecidos, pessoas diferentes.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s