Com esta esquerda ainda alguém precisa da direita?

Tomemos como leitmotiv desta reflexão a notícia que acabo de ler: o governo de esquerda pretende concessionar por quase meio século trinta imóveis considerados ‘degradados’ que compõem uma parte relevante do património histórico deste lugar à exploração privada, abrindo-lhe uma linha de financiamento de 150 milhões, para as elites de direita (e de esquerda, pois claro) irem lá desfrutar das suas escapadelas românticas e fugas ao stress do quotidiano. A ideia fascista do António Ferro que o levou à criação das elitistas Pousadas de Portugal pode hoje ser pacificamente replicada por um “governo de esquerda” que ninguém se exalta. Um ou dois posts em blogs que ninguém lê, nada mais. Algum artigo de opinião em jornais que quase ninguém lê? Não creio.

Um governo preocupado em servir a comunidade pensaria em recuperar imóveis como o mosteiro de Santa Clara-a-Nova, a Fortaleza de Peniche, o Castelo de Vila Nova de Cerveira, o Forte do Guincho ou o Paço Real de Caxias (imaginemos ao ritmo de um ou dois por ano), com o fim de devolvê-los integralmente à colectividade (jamais a uma elite), sob a forma de espaços ao serviço das artes, da saúde, da leitura, do teatro, da infância, da terceira idade, dos sem-abrigo, do ensino, dos refugiados, etc. Seria isto demasiado arrojado para um governo de esquerda?

O ministro da economia explicava hoje aos jornalistas que o seu grande objectivo é transformar aqueles e outros monumentos em unidades turísticas que permitam “rentabilizar e recuperar o espaço e também abri-lo aos cidadãos”. Ao ler esta barbaridade só me apetece perguntar-lhe: mas quais “cidadãos”? Eu, porque nunca dormi uma puta duma noite numa Pousada de Portugal (e por isso é natural que tão pouco vá dormir nalgum destes imóveis), serei um não-cidadão, um anti-cidadão, um contra-cidadão?

About PDuarte

Historiador, jardineiro, horticultor. Vive na província. No tempo vago, que procura multiplicar de dia para dia, perde-se em viagens, algumas pelos montes em redor, outras pelos livros que sempre o acompanham. Prefere o vinho à blogosfera, a blogosfera ao Parlamento.

One thought on “Com esta esquerda ainda alguém precisa da direita?

  1. Gostei! E não fui o Unike ;-)

    “Um governo preocupado em servir a comunidade” conheces algum?

    O que somos? Somos escravos de um sistema desenhado para manter a maioria dos escravos em estado letárgico, e crentes no “direito de voto”.

    As oligarquias continuam a MANDAR, continuam a ter escravos à sua disposição, e assim sendo são elas a real essência disto a que os escravos apelidam “democracia”!

    Deixo outra vez aqui o esquema do sistema… Vale de pouco mas é sempre divertido contemplar a realidade!

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s