“Há Flores No Cais” e as mulheres que lutam

1O lugar da mulher é onde a mulher decide estar, mas é bom haver mulheres que decidem que o seu lugar é na luta. O movimento “Há Flores No Cais”, constituído por um grupo de mulheres de estivadores, escreveu uma carta aberta ao primeiro-ministro dando conta das consequências da degradação imposta ao trabalho portuário. Vieram para falar na primeira pessoa e para ajudar a vencer um dos conflitos chave para o futuro próximo não só dos trabalhadores portuários como do movimento geral dos trabalhadores.

Acompanhem também a sua página no facebook

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s