Apelo urgente de uma deputada Curda da Turquia às organizações internacionais para a evacuação de civis bloqueados na cidade sitiada de Sur/Diyarbakir.

sur

Dia 24 de Fevereiro, 2016

Sibel YİĞİTALP, Deputada de Diyarbakir, Partido Democrático dos Povos (HDP)

“Sou membro da grande Assembleia Nacional da Turquia, eleita na província de Diyarbakir. Escrevo esta carta a partir do distrito de Sur, no centro histórico de Diyarbakir, que está a ser atualmente bombardeado pelas forças armadas turcas. Desde Agosto 2015, Sur foi submetido a 6 recolhimentos obrigatórios decretados por uma duração indeterminada, em aplicação da estratégia militar do Governo Turco do AKP que consiste em reprimir através das armas as reivindicações políticas do povo Curdo. O último recolhimento obrigatório está em curso desde dia 11 de Dezembro 2015, o que já custou a vida a mais de 100 civis. Disparos de artilharia em vários bairros do distrito levaram à destruição de uma grande parte das habitações e do património histórico, provocando a deslocação forçada de milhares de habitantes.

Lanço este apelo em virtude da iminência de um novo drama. Enquanto a ofensiva das forças armada turcas continua com a mesma intensidade, fomos informados do facto que mais de 200 pessoas estão bloqueadas nas caves onde se tinham refugiado para se proteger dos disparos. Confirmamos que estas pessoas são maioritariamente civis, entre as quais se encontram pelo menos 20 crianças. Durante os últimos 7 dias, eu e outros deputados de Diyarbakir contactámos todas as instâncias e representantes do Governo na cidade para pedir a abertura de um corredor de evacuação para que os civis saiam em segurança das zonas visadas pelas operações militares. Infelizmente, todos os nossos pedidos e apelos ficaram sem resposta.

Hoje, recebemos vários telefonemas de pessoas bloqueadas debaixo de bombas, indicando que a situação piorou com o aumento do número de pessoas feridas pelos disparos de artilharia e o agravamento do seu estado. Na última semana, 12 pessoas foram mortas pelas forças de segurança. Os corpos continuam na rua e os seus próximos não os podem recuperar. Estamos perante uma guerra contra a população de Sur.

Lançamos este apelo com o objetivo de vos pedir para tomar medidas urgentes, nomeadamente instar o Governo Turco a levantar o cerco de Sur, nem que seja provisoriamente no sentido de permitir a evacuação dos civis. Estamos convencidos que as vossas intervenções podem desencadear um diálogo construtivo e levar a cabo uma coordenação com as autoridades governamentais para a evacuação dos civis.

Aqui ficam os nomes e idades de várias crianças refugiadas nas caves em Sur : Elif Su Aslan (4 meses), Özgür Aslan (3 anos), Muazzez Aslan (4 anos), Rojda Aslan (7 anos), Gülistan Aslan (11 anos), Beritan Tosun (2 anos), Şerife Tosun (10 anos), Ruken (4 anos), Berfin (4 anos), Kadir Şahin (11 anos), Furkan Dağ (11 anos), Mehmet Karacadağ (14 anos)”

 

 

Advertisements

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s