Pedro Arrotos

pedro arroja

Pedro Arroja, este indivíduo que se tornou alguém em virtude das baboseiras que graceja publicamente, por mais insignificante que seja, teve acesso a um espaço mediático que lhe permitiu veicular mensagens, punidas por lei, racistas e sexistas, a um público relativamente vasto.

A “Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género” recebeu várias denúncias/queixas contra este indivíduo. Parece que a bola foi lançada para o Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto e, por outro, à Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Aguardamos as devidas consequências penais para Pedro Arroja, caso contrário recorre-se a outros meios.

 

“Exmo./a. Senhor/a,

No seguimento da v/ denúncia, relativa a comentários discriminatórios em razão do sexo, proferidos por Pedro Arroja, em 09/11/2015, no Jornal Diário do Porto Canal, relativamente às deputadas do Bloco de Esquerda, e porquanto esta Comissão não tem competência para a investigação do crime de discriminação sexual, previsto e punido, nos termos da alínea b) do n.º 2 do artigo 240.º do Código Penal, nem para a instrução de processos de contraordenação por violação do artigo 27.º da Lei n.º 27/2007, de 30 de julho, dita Lei da Televisão e dos Serviços Audiovisuais a Pedido (LTSAP), informa-se que a mesma foi remetida, por um lado, ao Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto e, por outro, à Entidade Reguladora para a Comunicação Social, pedindo a estas entidades que, dentro das respetivas atribuições e competências, lhe deem o seguimento adequado.”

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s