#imnoangel

Eis uma campanha corajosa que simultaneamente combate a anorexofilia dominante e reivindica a sensualidade das curvas tal como elas são. Num tempo onde o corpo da mulher é um campo de batalha determinado por padrões de beleza servis ao mercado da estética, onde as mulheres têm que se libertar dos padrões das doentias bonecas da Disney para que possam ser felizes no seu corpo, importa também versar as amarras daqueles e daquelas que estão reféns de um erotismo que não é o seu. Algum feminismo irá dizer, provavelmente com razão, que esta campanha não deixa de objectificar a mulher, mas seria importante que reconhecessem que esta objectificação tem uma pulsão libertadora, também da ideia de objecto.

Advertisements

3 thoughts on “#imnoangel

  1. Isto de facto já não tem remédio!

    Então querem lutar contra uma doença fazendo propaganda a outra?

    Desde quando obesidade é o que a propaganda do vídeo quer fazer passar?

    Se estas meninas começassem era a comer comida saudável e a fazer propaganda disso, isso sim é que era uma excelente mensagem!

      1. Olá Leonor.

        Já vi que o problema é com a palavra “obesidade”! O significado da mesma é muito simples e directo, e é “excesso de peso”. O seu oposto é a magreza!

        Temos a anorexia (que não é doença!) que leva ao estado de magreza, a doença é a anorexia nervosa, esta sim um distúrbio mental, e que leva em último caso a morte!

        Temos o oposto a orexia (que não é doença!) que leva ao estado de excesso de peso (obesidade), e a doença é a orexia nervosa, distúrbio mental, e que leva igualmente em último caso à morte!

        O que vi no vídeo foram seis mulheres com excesso de peso que acham que esta a condição física é a normal e talvez até “pensem” que é natural!

        E como vivemos em tempos estranhos onde parece que novamente os indivíduos com excesso de peso estão novamente a tentar fazer passar a imagem de que são “sexy” e “normais”, estilo época do “gordura é formosura”, é natural que a Leonor tenha apanhado a onda!

        Como constatei que o problema ficou na palavra… Aí a mesma dose!

        Isto de facto já não tem remédio!

        Então querem lutar contra uma doença fazendo propaganda a outra?

        Desde quando excesso de peso é o que a propaganda do vídeo quer fazer passar?

        Se estas meninas começassem era a comer comida saudável e a fazer propaganda disso, isso sim é que era uma excelente mensagem!

        E de facto, isto assim, não tem mesmo remédio!

        Chau Leonor.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s