N@t@l

Cá está o Natal outra vez, para eles, futuros engenheiros e arquitectos, para elas, futuras domésticas e costureiras. Para eles a criatividade e a fantasia no centro da brincadeira. Para elas a reprodução do devir que já não devia existir. A imaginarium, habitualmente melhor no que à reprodução de estereótipos diz respeito, devia ter vergonha de definir as suas montras em função do universo intelectual do Arroja, da Inês Teotónio e da outra que até de bigode fica feia.

Advertisements

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s