Raiar

sopro de especiarias

eflúvio do teu corpo

peso da gravidade

no sombreado da carne



valva da alva vultosa

veios de cores mescladas

corpos de plasticina e ossos

acordes do sono



no descolar das pálpebras

mergulho num lago infinito

verde, água e mel

reluzem no lençol



sedas, veludos e tufos

sinais do elã

precipício do dia

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s