Todos os passageiros do Marianne já foram deportados pelos piratas de Israel. Quando voltamos ao mar?

Mideast-Israel-Gaza_Horo-e1435658006541-635x357

Depois de pirateados pelo exército israelita, detidos ilegalmente em Ashdod contra a lei internacional, a tripulação do Marianne foi finalmente libertada e deportada para os seus países de origem, maioritariamente a Suécia. Sem ter sido capaz de romper o bloqueio, o sucesso do Marianne é no entanto indiscutível e dá boas pistas sobre uma das formas de luta mais interessantes contra o regime fundamentalista de Israel. Recheado de europeus a bordo, mas podiam ser também norte-americanos ou judeus anti-sionistas de qualquer outro país, os fanáticos de Tel Aviv ficam assim com o gatilho mais limitado e não podem repetir os crimes que cometeram contra o Mavi Marmara, onde tiraram a vida a nove pessoas que iam a bordo. A diferença está à vista e o Movimento Internacional de Solidariedade com a Palestina deve ser capaz de as saber usar a favor da resistência e do combate ao bloqueio. Que mais flotilhas proliferem, de preferência pejados de gente que Israel não pode matar com tanta facilidade. Voltemos rapidamente ao mar!

Mais informação no Grupo Said e no Rumbo a Gaza

2 thoughts on “Todos os passageiros do Marianne já foram deportados pelos piratas de Israel. Quando voltamos ao mar?

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s