Guerra Popular na Turquia

martires

Inauguro uma nova série com a etiqueta ‘Guerra Popular na Turquia’, que procurarei actualizar na medida das possibilidades.

O MKP-FHG, Partido Comunista Maoísta reivindicou a eliminação física do torturador Fehmi Altınbilek em comunicado do Bureau Político do Comité Central. Segue o comunicado traduzido do Signalfire:

“Fehmi Altınbilek foi castigado pelo nosso Partido

Fehmi Altınbilek foi castigado por ter sido um dos responsáveis pela tortura e morte do nosso líder Ibrahim Kaypakkaya, por ter sido responsável pela morte do nosso primeiro comandante Ali Haydar Yildiz durante o golpe fascista, por ter sido responsável pela morte de Mahir Cayhan e restantes camaradas no massacre de Kizildere, por ter sido um torturador, por ter tido um papel importante na contra-guerrilha como a JITEM, e em geral por ter sido um inimigo do povo. Por todos estes crimes Fehmi Altınbilek foi castigado pelas nossas Forças Populares Partizan no dia seis de junho de 2015.

A morte da sua mulher foi um acidente

A morte da sua mulher foi um acidente. Ela não era um alvo, sentimo-nos responsáveis pela sua morte e temos a obrigação revolucionária de lamentar o acidente. Contudo, este acidente não deve ser usado para distorcer a nossa acção revolucionária.

Continuaremos a aplicar violência revolucionária contra os inimigos do povo

Fatih Altinbilek e a sua tortura foram mantidos em segredo pelo estado. O estado protegeu Fatih Altinbilek e deu-lhe uma nova identidade – ’Çetin Oğuz’. E apesar disso, o estado nada pôde fazer para o proteger de nós. As forças armadas do proletariado continuarão a aplicar violência revolucionária contra todos os inimigos do povo.”

2 thoughts on “Guerra Popular na Turquia

  1. Ainda bem que nem todos se esqueceram dessa importante ferramenta da revolução. Seria urgente aplicar a mesma receita por aqui, a fila de espera é grande!!

  2. A grande revolução cultural! Defensores de criminosos! Como nem o povo nem o proletariado vota em vós vêm com a missa da “violência revolucionária”. Os casos de polícia têm que ser tratados pela polícia.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s