Cavaco, Teixeira dos Santos e um obrigado especial neste 10 de Junho

O que é o Dia de Portugal? Resumindo: nacionalizar os prejuízos do BPN estimados em mais de 5 mil milhões para depois vendê-lo ao BIC de Mira Amaral – que coincidência – por 40 milhões, enquanto os activos da SLN são poupados e o povo paga todo o festim.

Poucos crimes tiveram esta dimensão. E parece que dão azo a condecorações. Mas percebe-se o papel do Presidente da República no agradecimento ao ex-ministro das finanças. Os seus méritos incluem o encobrimento do esquema siciliano que tentaculava no interior das paredes cavaquistas do BPN.

O resto da história tem PEC’s ad eternum, o pedido de intervenção externa, recapitalização da banca com fundos da Troika e consequente massacre sobre todos os que vivem do trabalho para pagar a dívida odiosa.

Não sei a opinião de muitos sobre Teixeira dos Santos em todo este percurso, mas parece-me que ficará conhecido como o romano Virgílio da austeridade. Abriu a porta e apresentou-nos o inferno dantesco em que este país se transformou enquanto caminhava sobre as labaredas. Condecorado, claro está.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s