Quantos mais “rambos” tem a PSP?

11105150_10205897232463980_1448343647056125087_n

11295622_969107323130079_416426143627197918_n

Fotografias difundidas na rede atribuídas a João Girão

O cadastro do “rambo” original, de que falei aqui e aqui, continua a aumentar. Diz que o medo o levou a esconder-se em casa de um familiar, mas a falta de vergonha, e a impunidade, não o impedem de continuar a exercer a sua actividade com a cumplicidade do governo, armado e a investigar os mesmos factos onde será, ele próprio, investigado. As desculpas, mesmo sublinhadas pelos colegas, não escondem a desproporcionalidade da resposta, que é ilegal, de resto, como a troca do bastão com que decidiu descarregar a sua fúria sem qualquer propósito, mas que pode bem, se houver justiça, ser a sua porta de saída da PSP.

NOTA: O Observatório de Controlo e Repressão faz um bom resumo de todos os abusos que marcaram a forma como as forças da desordem violaram sistematicamente a lei, durante as 24 horas que duraram os festejos futebolísticos. Já a página do facebook da PSP foi tomada de assalto pela indignação.

Advertisements

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s