Pela universalidade dos privilégios de Passos Coelho!

Passos coelho diz que desemprego pode ser uma oportunidade

Estou solidário com Passos Coelho. Também já me atrasei nos pagamentos à segurança social (quando era, como ele, trabalhador independente) por atraso e falta de dinheiro. Na vez do atraso, às finanças, a multa foi de quase 1000 euros, na vez em que faltou de dinheiro, à segurança social, acabei por ter que pagar 3500 euros. Se não o tivesse feito teria o salário arrestado e só não iriam sobre os bens porque eu não os tinha. Estou solidário com Passos Coelho porque acho que o tratamento privilegiado que teve deve ser extensível aos demais cidadãos, dos que viram o Estado ir-lhes ao bolso coercivamente para lhes sacar  608,8 milhões de euros por dívidas à segurança social, aos que, por dívidas ao fisco, ficaram sem 31.300 bens penhorados só em 2014. Eu consegui, por poupança e solidariedade dos amigos e da família, pagar o que o Estado me intimou a pagar, mas dos muitos que não tiveram a mesma sorte, quantos acabaram agarrados ao garrote (1, 2)? Dá alguma vontade de ver Passos Coelho fazer companhia ao José Sócrates, mas parece-me mais justo que um e o outro sejam amnistiados em troca da distribuição, universal, dos seus privilégios. Se Passos Coelho não teve o mesmo tratamento que os demais cidadãos, então os demais cidadãos devem ganhar os privilégios de Passos Coelho. Fica a ideia.

11051908_964437683581272_4711950244344124497_n

4 thoughts on “Pela universalidade dos privilégios de Passos Coelho!

  1. Totalmente de acordo com este pensamento, mas ha um ponto que me intriga “Eu consegui, por poupança e solidariedade dos amigos e da família, pagar o que o Estado me intimou a pagar,”. O que me intriga e que se eu como cidadao intimidar alguem posso sofrar graves consequencias especialmente com a LEI, mas o governos intimida os seu cidadaos constantemente e provas e algo que nao falta, basta ler uma simples carta redigida pelas finacas ou Seguranca Social, caso haja um atraso em pagamentos. Avancam logo para ameacas de penhora ate pelo misero valor de 10 euros.
    Agora pergunto e legar receber tais intimidacoes? Usar o factor medo de despojar as pessoas dos seu bens e no final nao ser benificiado de forma alguma.
    O cidadao comum que tem os impostos em dia, ganha um salario em media de 600 euros precisa de um medico nao tem ou tem que esperar tempos infinitos, quer livros para a escola dos filhos e tem que os comprar, entre outras situacoes.
    Onde esta o benificio de pagar impostos e as supostas dividas. Como sabem se devermos ao estado e atrasarmos-nos nos pagamentos pagamos juros, mas ao contrario isso nao acontece, se o estado nos deve a expressao e “contentate”
    So um pequeno pensamento que decidi partilhar com todos, e se por acaso algum de vos souber responder ha situacao da intimidacao e ameaca que abordei, agradecia que podessem dar um pouco de luz aos leitores, nunca se sabe ate se pode criar medidas contra este tipo de situacao e os cidadao comecarem a fazer o mesmo que o nosso estimado primeiro ministro e sair impunes.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s