Fazer ao Continente o que o Continente faz aos seus trabalhadores

10653287_10204370446035333_516895998289859582_n

O capitalismo, que da sua fase selvagem parece já ter chegado à sua fase demente, trata os trabalhadores com menos dignidade do que trata a matéria-prima. Vale mais a segurança da obra do que da mão que lhe acrescenta valor. A torrente de denúncias que se abriu com esta denúncia (actualizações aqui e aqui) forçou o Continente a responder na rede mas os Órgãos de Comunicação Social não parecem interessados em investigar o assunto. Não o fazem porque o Continente é uma das grandes fontes de publicidade, não só da imprensa da Sonae, mas da esmagadora maioria dos meios com quem mantém boas avenças para o efeito. O interesse público que o Esquerda.net, o Ganhem Vergonha, o Guilhotina.info, o Indymedia  ou o Aventar não tiveram dúvidas em identificar, não tem como ganhar raízes nas redacções da imprensa servil.

Apesar do silêncio as denúncias ganharam força nas redes sociais. Milhares de partilhas e de visualizações tiraram do silêncio a voz de dezenas de trabalhadores, todos eles com relatos impressionantes das técnicas usadas pela Sonae para maximizar o seu lucro por cima de toda e qualquer noção de direito ou humanidade.

Face à gravidade das acusações, o Continente respondeu, não dizendo muito e deixando perceber, numa resposta que devia ser explicativa, que não sabe estar no mercado sem ser de forma intimidatória.  Alega que a natureza anónima das denúncias os inibe de comentar o seu conteúdo (quando muitas delas, naturalmente dos trabalhadores que já não trabalham no Continente, foram feitas sem qualquer jogo de sombras), e que enviou o caso para as “autoridades competentes”, não se percebendo se isso é uma investigação interna de natureza persecutória ou o tribunal do trabalho que devia, face ao exposto, sacudir cada uma das mercearias do Belmiro de fio a pavio.

Confrontados com a insistência na sua página de facebook o Continente acabou por ceder o contacto do responsável pelas relações públicas, que pode e deve ser entupido de queixas. Caso prefiram, podem também usar o mail da instituição, que devia levar com um tsunami de reclamações. Há que responder ao terrorismo laboral com terrorismo cibernético.

Que não vos doa os dedos que à Sonae não lhe dói a alma!

ajuda@continente.pt

Untitled

Anúncios

36 thoughts on “Fazer ao Continente o que o Continente faz aos seus trabalhadores

  1. Bem, só por experiência, trabalhei no Continente (“Worten”) e para já posso confirmar que tive uma excelente formação (estava a trabalhar na “linha branca”) e tive uma excelente gerência.
    Recebia muito mais do que o salário mínimo (Claro, a comissão de vendas contava, mas não excedia 50 euros).
    Nunca fui maltratado seja pela gerência ou colegas, fui sim, algumas vezes, maltratado por clientes mas já se sabe, tem pessoas que são assim mesmo. Todos os colegas com os seus problemas pessoais mas nunca ninguém se queixou em que o ordenado era baixo.
    Só para concluir, só acho muito estranho (não digo impossível ou mentira), a não ser que muita coisa tenha mudado desde que lá estive.
    Um bem haja.

    1. Eu já trabalhei numa worten e num continente, são experiencias diferentes.
      Na worten ganha-se mais, por menos trabalho.
      No continente é uma alarvidade.

  2. O meu email : Maus tratos a epregados poribido por lei é crime

    QUanto ao serviço em si, passo mais tempo nas filas que na procura dos produtos que necessito.

    PAguem melhor sirvam melhor ganhem mais.

    Mas se continuar este tipo de noticias será o PingoDoce que vai ganhar um cliente.

    Rui Moreira

      1. é so para o lembrar que o belo do pingo doce era o tal que deitava os seus produtos menos bons para o lixo e depois os regava com lixivia, tambem devem ser maravilhosos com os empregados ,

    1. Rui Moreira, o Pingo Doce não é muito diferente, até tem vindo a público que a pressão que é feita aos trabalhadores é tremenda, com instauração de processos disciplinares e citações a torto e a direito, sem que haja a mínima oportunidade de os funcionários se defenderem (ex: quebra de caixa no valor de cêntimos, pedidos de pausa para ida ao wc, o não perguntarem ao cliente se quer saco de plástico ou papel ou se tem cartão, etc).

      Se formos a ver bem todas as grandes cadeias de super/hipermercados deixam muito a desejar no que toca à gestão de pessoas e condições de trabalho…

      Catarina B.

    1. pense bem no que disse e vai ver que nao disse nada. ou seja . disse qualquer coisa assim . ja que a chuva nao para , ao menos que a agua deixe de molhar. lolololo

    2. Lamentavelmente os politicos sao da mesma corja de ladroes a quem so interessa dinheiro e poder,uns servem os outros de forma conivente ,e nos povo…nos somos como gado para eles

  3. Não trabalhei no Continente, mas sim uma filha minha e quando engravidou foi avisada quem não ia prolongar o contrato. Trabalho precário é o que as empresas querem e quanto mais desempregados houverem melhor será para os patrões chulos

  4. Trabalhei no Continente e Worten como colaborador externo e posso afirmar da maneira que tratam empregados uma míséria,sem dignidade.Mas existe gente boa mas esses mais cedo ou mais tarde acabam por ir embora.Hoje em dia é um grupo(Continente)onde raramente faço as minhas compras.Se nos outros grupos existe gente igual?Existe sim mas como o Continente NUNCA VI…

  5. Eu sinceramente, não gosto muito do Continente, ainda á dias, fui lá levantar uma faca, de uma promoção que eles fizeram através de uns selos e nada. Era a quarta vez que eu lá ia e nada, a promoção estava esgotada, teria que deixar o nome e o telefone, para me contactarem assim que houvessem facas, conclusão, ofereci a caderneta dos selos á funcionária que me atendeu, porque achei que aquilo era promoção enganosa e só lá vou, porque sou cliente da Worten.

    1. Eu por acaso devo ter tido sorte, consegui levantar duas facas
      Os não gosto de ver filas intermináveis para pagar e só duas caixas abertas, como acontece aqui no de Sesimbra.

  6. Acho estranho estas críticas, costumo de ir ao Continente e vejo trabalhadores satisfeitos e vejo muitas pessoas que desejam entrar para o Continente. Obviamente que não se tem as mesmas regalias dos funcionários públicos, mas para quem sempre trabalhou no privado sabe bem o que tem de passar…

    1. Quais regalias dos funcionários públicos?!? Ainda gostava que alguém me dissesse (com conhecimento de causa) quais são as regalias dos funcionários públicos. Eu sou funcionária pública e nunca vi regalias nenhumas.

      1. Já é regalia é ser funcionario publico, entra tarde, sai cedo, tem pausa para café, lanche aperitivo… vai ao médico não paga nada (comparado com o privado), vencimento acima do privado (não conheço qualquer funcionário público que ganhe o ordenado mínimo)… ainda reivindicam que só querem trabalhar 35 horas por semana quando no privado há quem trabalhe isso em dois dias…
        Regalias dos funcionários públicos… nããããããã….

      2. Paços Coelho, a grande maioria dos assistentes operacionais da administração pública ganham 505€ e não são tão poucos quanto isso…

  7. eu já trabalhei no Continente durante 8 anos como segurança interno. e devo dizer que o mau estar, a perseguição e a chantagem emocional é o prato do dia. Não há meios para atingir os fins. O trabalhador é um numero pouco mais

  8. Bom dia.
    Uma sugestão, O sr. Socrates deveria trabalhar numa caixa do Continente para que toda a gente o visse e a ganhar o que as caixas ganham. isso sim era humilhação sempre ouvia uns piropos.

  9. …se acham que os trabalhadores dos Hipermercados são maltratados, então experimentem trabalhar nos armazéns da sonae em azambuja onde as pessoas vivem trancadas- um autêntico ALCATRAZ ou GUANTÁNAMO .

  10. Eu conheço casos dentro da sonae na parte da logística em que funcionarios foram suspensos por abandonar o posto de trabalho.Tudo mentira das chefias que foram avisadas mas depois dizem que e mentira que não tinham sido avisados por o funcionários que se ausentar por um curto espaço de tempo para tratar de assuntos.VERGONHOSO

  11. noticia e proibido levar agua para o local de trabalho e fora do local de trabalho os Hipermercados cont. nao deixa levar agua para beber no local de trabalho e na hora do jantar nao pode beber agua e a nova lei que entrou em vigor nos Hiper. Ir ao WC mijar nao se pode ir tem que aguentar a te a hora de sair .ja trabalhei em fabricas e tinha agua para beber no Hiperm. nao ha uma torneira levar agua na garrafa nao se pode . O SR Belmiro nao quer que se beba agua mesmo fora do local de trabalho quem tem sede nao bebe agua a que aguentar . Como estamos em crise nao se pode beber agua os cortes ja chegou na agua . Estamos em Portugal e acontece isto nao fica por aqui vai acontecer mais alteracoes no codigo do trabalho ( Governo PSD & CDS aprova estas alteracoes do codigo do trabalho proibir beber agua antes de ir ao local de trabalho beber agua no local de trabalho nao beber agua na hora da pausa nao ir ao WC sao leis tem que ser compridas a risca .

  12. Eu trabalhei na Worten Mobile, a minha chefe era um recalcada, e frustrada que estava constantemente a umilhar a pisar, ainda havia mais um palhaço que tinha a mania de mau que era chefe na Worten Central, e implicava comigo.

    O chefe do Dito continente Impecavel, o chefe acima da minha impecavel.

    Ou seja os (capatazes, que são uns fristrados), são os piores.

  13. Eu SOU um trabalhador do universo Sonae, sector da distribuição, não me identifico por razões obvias. Muita coisa se diz sem nexo ou fundamento, sem conhecimento de causa e outras tantas por parvoíce gratuita… no entanto, grande parte das queixas correspondem á verdade, qualquer colaborador que não faça parte de uma chefia ou gestão de controlo é um autentico babuíno, Português de segunda, maltratado psicologicamente e constantemente, um autentico algarismo sem alma… enfim, trabalho á duas décadas para estes pelintras e já vi de tudo um pouco dentro deste “universo” ! Já vi diretores a oferecer “prendas” ás autoridades para que deixassem os camiões seguir viagem depois de carregados na Modis Maia (Entreposto do Norte) em direção ás lojas, isto porque na altura era proibido os camiões TIR circular nas localidades e em estradas nacionais ao fim de semana. Vi com os meus próprios olhos, chefias a ameaçar colaboradores por estes se negarem a fazer horas extras !! Vi colegas profissionalmente extraordinários a não continuar os contratos em prol de um primo ou conhecido de o administrador xpto. Alias, hoje em dia, o universo Sonae tem tudo para se fazer passar por um organismo publico, não devo exagerar ao dizer que as famílias e afins de quase todos os administradores são assalariados no universo Sonae. Para terminar, eis a forma como a Sonae olha para os seus colaboradores: No presente, qualquer colaborador tem 8% de desconto em toda e qualquer compra que faça nas lojas do grupo, mas nem sempre assim foi…. só aquando da aquisição das lojas Carrefour, estes 8% se tornaram realidade, devido ao facto de os colaboradores Carrefour usufruírem de 15% de desconto, e como a Sonae não dá nada a ninguém, por defeito tira… lá teve que negociar com o “aquele” pessoal e ficou nos 8%, e como parecia mal haver mortais a terem desconto e outros não, lá decidiram abranger os restantes “pretos”. Uma coisa é certa, se o eng. Belmiro tivesse dito á 25 anos atrás o que disse há bem pouco tempo ( concordar com uma economia de baixo salario ) não teria colocado o Grupo Sonae no topo, pois todos o teriam mandado á merda !! Que uma coisa seja clara: O grupo Sonae é líder devido ao seu material humano e ao trabalho pesado que é realizado todos os dias e não aos administradores e afins que passam o tempo a passear em carros de topo, pagos pelos colaboradores, pois a maior parte deles não é aumentado desde 2009….deduzo que o dinheiro seja gasto nas viaturas alemãs de grande cilindrada que vão chegando.

  14. verdade o que publicaram….é prato do dia, alguns já começaram inclusive com agressoes físicas…..cuidado, porque eles menosprezam a inteligência alheia…..

  15. quantos nomes querem????? eu sei de tantos que dava para escrever um livro….e sei de atrocidades…..que não lembra ao diabo….as pessoas temem….e muito, eles escolhem as que acham mais fracas, ainda o mês passado, de um dia para o outro transferiram uma catrefada de gente….pessoas com 20 anos de casa….simplesmente lhes dizem, “a partir de amanhã o seu local de trabalho é noutro estabelecimento…Modelo do Barreiro/ Pinhal Novo/Setubal/ Palmela….querem mais???

  16. Quem se entrega a isso também é de uma falta de personalidade, de coragem e de dignidade e respeito por si mesmo que nem sei. Essas pessoas que vem falar para a net (óbvio já que aqui pode ser tudo anónimo) são as mesmas que quando a estrutura sindical vai as lojas dizem sempre que está tudo bem ou então falam mas quando chegar a hora de bater de frente com as gerências mudam logo o discurs. Eu tenho 23 anos e sou delegado sindical e já vi muitos casos destes. Nas costas das chefias todos falam mas ninguém tem coragem de dar a cara e lutar pelos seus direitos por isso é bem feito a merda que aturam. Lutem pelo que acreditam e pelos vossos direitos. Eu sempre bati o pé quando tinha de o fazer e não foi por isso que não me renovaram o contrato e passei a efectivo, e tudo isso antes de ser sócio do CESP quanto mais delegado, e mesmo assim recebi 3 propostas para passar a tempolgante inteiro. Por isso deixem-se de fazerem-se de coitadinhas e dêem a cara pelo que querem e Lutem vocês também deixem de estar a espera dos outros.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s