Passos Coelho “esqueceu” de cumprir com uma lei que aprovou

224800_863537577039550_4192738891368658053_nApesar da dívida de Passos Coelho ser legítima, ao contrário da dívida “pública”, ele devia aplicar ao país a mesma regra que aplica a si próprio: esquecer-se de pagar e, quando ultimado, só pagar metade sem juros. A imoralidade que reclama para no seu caso seria a única moral capaz de abrir caminho para salvar as contas públicas. A falcatrua não deve ser suficiente para fazer companhia ao Sócrates em Évora – nem a Tecnoforma foi – mas é de sobremaneira pedagógica no que diz respeito ao Futuro. Já a dimensão ideológica do seu lapso, convenhamos, não há quem engula. É que além da dualidade de critérios sublinhada aqui pelo Menor, há ainda o facto de ter sido ele a aprovar a lei que agora alega não se lembrar.

One thought on “Passos Coelho “esqueceu” de cumprir com uma lei que aprovou

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s