Vitória no Bairro 6 de Maio. A luta continua.

11001730_874850072557191_5694786140998185012_n
Os ataques aos bairros da Amadora prosseguem pela mão do executivo da respectiva Câmara Municipal. Quem conhece a realidade sabe que se encontra diante dos ataques mais expostos da burguesia e dos seus capatazes sobre a população pobre deste país. Aqui a política e a guerra confundem-se, como defendeu von Clausewitz em tempos. A violência policial, o desalojamento de pessoas e o permanente estado de excepção são as faces mais visíveis de um regime que pensávamos desaparecido em 1974, mas que parece ter deixado rasto.

Apesar das contrariedades é preciso reconhecer a determinação de todos os moradores e activistas solidários que não arredam pé e conseguem vencer algumas etapas importantes. A dialéctica da luta de classes ajuda no processo de aprendizagem e na organização de quem quer dizer basta. Os moradores começam a perceber que necessitam defender-se de quem os ataca. Urge respaldar os interesses especulativos em torno de terrenos privados por parte de grupos financeiros que utilizam a Câmara Municipal para ordenar a barbárie com os braços do aparelho repressivo policial. Quem destrói casas e vidas mas faz valer da força para proteger os lucros de fundos imobiliários como o Fundo Fechado Especial de Investimento Imobiliário VillaFundo, gerido pela Interfundos do Millennium BCP, não tem qualquer outra intenção senão acumular mais-valias à custa de desalojamento. Esta é história dos acontecimentos no bairro de Santa Filomena. De nada vale o direito constitucional à habitação nem a desactualização do Programa Especial de Realojamento que não abrange pessoas que ali fizeram a sua vida depois de 1993. Nem sequer a condenação por parte do Provedor de Justiça fez a Câmara recuar. A autarquia não tem legitimidade para ajudar o negócio de um grupo financeiro que até já foi alvo de recapitalização para salvar-se da falência, mas avança com toda a força.

Ontem, dia 20 de Fevereiro, foi a vez do Bairro 6 de Maio ser novamente alvo de um ataque que visava privar duas mães com crianças das suas casas. Graças à presença dos moradores e de inúmeros activistas, o piquete conseguiu evitar a demolição numa vitória que dá alento nos combates vindouros. Como disse alguém: só verás os teus inimigos como gigantes se viveres de joelhos.


Para mais informações relativamente aos desalojamentos recomendo a consulta do seguinte link:

http://www.habita.info/

Advertisements

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s