E irem “juntxs phoder” a cabeça a outrxs?

Vamos lá ver se nos entendemxs. O MAS decidiu fazer do processo do “Juntos Podemos” uma farsa. Há quem esteja convencido do contrário e não veja que o disparate em curso esteja resumido a uma anedota. Quem acha que a estratégia que o MAS e que os seus amigos definiram – sem nenhuma assembleia cidadã e por fora de todo e qualquer organismo – deve avançar e fazer o seu caminho, de preferência sem encherem a boca de paleio basista quando tudo já foi decidido na sede do MAS. Ponto final parágrafo. O direito à farsa, no entanto, deve prescindir de ser feito às costas dos outros. Não é aceitável que queiram fingir que nada se passou e que mesmo depois de várias pessoas e colectivos clarificarem publicamente que o caminho que escolheram não lhes interessa, insistam em vender a ideia de que quem saiu do barco continua nele. Seria interessante questionarem-se se a teoria da cabala faz algum sentido, sobretudo quando gentes e grupos tão diferentes se distanciaram da palhaçada que o Comité Central do MAS e algumas vaidades mal resolvidas impuseram a todos os outrxs. Já me parece suficientemente grave terem dado cabo desta oportunidade, mas tentarem salvar a face amarrando consigo quem não quis ir ao fundo nesta imbecilidade desprovida de uma única ideia é só uma pulhice. Na falta de diplomacia dos profetas da velha política o assunto pode bem ser resolvida à chapada, mas seria mais prático deixarem de falar pelos outros. Entendidxs ou é mesmo preciso ir ao Porto deixar tudo em pratos limpos?

Mais cenas “juntos phodemos” no Correio da Manhã e no Expresso (I, II).

2 thoughts on “E irem “juntxs phoder” a cabeça a outrxs?

  1. Mais uma vez, temos a jogada dos partidos a phoder, para emprestar o título desta posta, o movimento social? O que não percebo é como têm os partidos essa capacidade de phoda. No caso do PCP, ainda vá, mas agora neste caso do MAS…Vejamos: é necessária ampla e determinada mobilização social? Sim. Temos um grupo de malta que se junta, animada pelas movimentações em Espanha? Sim. Esse grupo até pode estar afiliado a vários partidos de esquerda? Sim, e depois? Porque, se o movimento que é lançado vai ao encontro das necessidades populares, em breve esse grupo afiliado a partidos se torna minoritário, mesmo votando/berrando em bloco. Resumindo, não me quererão explicar de que forma é possível o MAS estar a manipular o Podemos tuga?

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s