ASSEMBLEIA CIDADÃ – Entre os partidos que temos e aqueles que sonhamos importa que nasça aquele que precisamos

10849837_325820120955134_1602123755854935814_n

Começa amanhã a Assembleia Cidadã. Mais de 500 pessoas dizem que vão participar num encontro que pode ter muito significado na recomposição do mapa político e, sobretudo, na organização da resistência. Entre os partidos que temos e aqueles que sonhamos importa que nasça aquele que precisamos. Um partido que não abra mão de ser sobretudo um movimento, uma ferramenta para mudar a vida. Um partido sem pressa mas com noção daquilo que é urgente e que saiba que o tempo de ser inteiro leva o seu tempo. Um partido onde a combatividade não se troca por tacticismos, onde a táctica não vive sem a estratégia e onde os princípios não se vendem por ilusões que já mostraram que não cantam. Veremos o que queremos e como isso pode ser feito. Participa!

PROGRAMA E INFORMAÇÕES ÚTEIS:

Juntos Podemos – Assembleia Cidadã, 13 e 14 Dezembro no ISPA, Rua Jardim do Tabaco, 34. Transportes: CARRIS 712/728/734/706/735/759/781/782 – CP e Metro Santa Apolónia

DIA 13 de Dezembro
– OFICINAS AUTO ORGANIZADAS DAS 9.30 h – 13 h.

TEMA: DÍVIDA
Rosário Caetano, pela IAC;
Paulo Coimbra, pela IAC:
Rui Viana Pereira, enquanto colaborador da Revista RUBRA
Vítor Lima, enquanto editor do Grazia Tanta.

TEMA: JUSTIÇA SOCIAL E DESIGUALDADES
– RBI (Rendimento Básico Incondicional)
António Dores (ISCTE),
Roberto Merrill (UMinho)
Dario Figueira (ISTecnico),

– Conversa com o Circulo do Podemos Lisboa
Por ativistas do Podemos Lisboa
.
TEMA: DEMOCRACIA
– Habitação
Coordenapo por “Mais Democracia”

TEMA: ICE sobre o TTIP
Ricardo Cabral Fernandes, Plataforma não ao TTIP
Zé Oliveira, Plataforma não ao TTIP
Carla Graça, Quercus

– PLENÁRIO/CONFERÊNCIA: NÃO HÁ DEMOCRACIA COM CORRUPÇÃO, 14h – 15.45 h
– Flávio Ferreira, sindicalista do BES
– Joana Amaral Dias, Psicóloga
– José António Cerejo, jornalista
– Jesús Jurado, porta voz do Podemos de Sevilha
– Lúcia Gomes, jurista

– PLENÁRIO/CONFERÊNCIA: TEMOS O DIREITO DE ESCOLHER O MODELO ECONÓMICO SOB O QUAL VIVEMOS das 16 h às 17.45.
– Fernanda Rivas de Oliveira, antropóloga
– João Romão, economista
– Jorge Bateira, economista
– Raquel Varela, historiadora
– Rodrigo Fernandez (Investigador holandês da SOMO).

Dia 14 de Dezembro
– PLENÁRIO/CONFERÊNCIA: A DEMOCRACIA É DE TODOS, O POVO É QUEM MAIS ORDENA, das 11h00 às 13h00.
– Carolina Bescansa, dirigente do Podemos
– João Rodrigues, economista
– José Neves, historiador
– Paula Gil, doutoranda em Ciência Política
– Nuno Ramos de Almeida, jornalista

– PLENÁRIO FINAL, das 14.30 às 18h00.

7 thoughts on “ASSEMBLEIA CIDADÃ – Entre os partidos que temos e aqueles que sonhamos importa que nasça aquele que precisamos

  1. Os que não puderam (sequer suportar-se!) no bloco, na acampada ou no que se lixe a troika… vão agora poder! LOL. Ao menos podiam ter convidado o Corpo Nacional de Escutas: ao contrário de vocês, nós somos um movimento social verdadeiramente representativos.
    Sempre Alertas!

  2. Não pudeste criar no Bloco, com a joana amaral dias ou o joão rodrigues, o tal “partido que precisamos”… vais poder agora?!?

    Não pudeste com a Paula Gil na acampada do Rossio … vais poder agora?!??
    Não pudeste com o Ramos de Almeida no que se lixe a troika ou no 5 dias (já nem sei bem)… mas vais poder agora?!?
    Não pudeste com o Flávio Ferreira no Ruptura/FER/MAS… agora é que vais poder?!?

    Anuncias uma assembleia cidadã a salivar por um “partido novo”…
    Mas será que não Podemos parar com a publicidade enganosa?
    Muito grato e muito obrigado.

      1. O biólogo alemão a cada nova tentativa não repetia os procedimentos anteriores, antes os inovava. Caso contrário não seria um cientista mas um alquimista cheio de fé em que o mesmo chumbo de tanta vez ir ao cadinho acabasse por virar ouro.

  3. Uma síntese fresquinha “The coming together of independent movements without the intention of submitting to the leadership of any single party or of privileging narrow definitions of working class interests. This necessitates not only learning from one another to increase the body of knowledge that can be drawn upon but also learning from the past. It also stresses the full incorporation of struggles against racism, sexism and all other forms of oppression.”Are We Ready For The Twilight Of Neoliberalism?CounterpunchWeekend Edition December 12-14, 2014”

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s