Os Estados Unidos da América são um país racista, quase tanto como Portugal

Nas últimas semanas têm-se multiplicado manifestações em várias cidades dos Estados Unidos da América devido às sucessivas decisões de não levantar processos judiciários a agentes das forças de segurança responsáveis pela morte de cidadãos negros em circunstâncias extremamente duvidosas. A vaga de manifestações parece reactivar as redes e métodos do occupy, estendendo-se dos motins em Berkeley ao estádio do New York Knicks, passando por vários bloqueios de auto-estradas. Os Estados Unidos da América são um país racista, extremamente segregado, com um enquadramento económico e político que tem a sua origem na escravatura e numa divisão classista que coincide com as divisões de fenótipo. É portanto quase tão racista quanto Portugal, onde a população negra não tem qualquer representação política, mediática ou institucional. É quase tão racista como Portugal, onde os sucessivos assassinatos da polícia não merecem mais do que um mero encolher de ombros. É quase tão racista como Portugal, onde figuras proeminentes da esquerda se referem aos negros como “escurinhos”, se queixam das mercearias asiáticas enquanto gentrificação ou falam da humilhação dos nacionais pelos ex-colonizados sem qualquer pudor ou hesitação. É quase tão racista quanto Portugal onde os vários séculos de dominação e colonização não merecem qualquer reflexão colectiva, onde é com toda a alegria do mundo que Ricardo Araújo Pereira se mascara de “preto” para uma promoção natalícia.

nambuang

Angola é Meo

Os Estados Unidos são um país terrivelmente racista e este é um dos seus principais problemas e debates, contrariamente a Portugal, um país terrivelmente racista onde o racismo é apenas a milésima e segunda maneira de comer bacalhau.

ADENDA: Para quem ainda dúvida, segundo a Plataforma Ghetto, foram nos últimos anos (não especificam) mortos 15 jovens negros pela polícia em circunstâncias duvidosas. Um outro site americano diz que entre 1999 e 2014 esse número foi, nos estados unidos, de 76 homens e mulheres. Considerando que os EUA têm 40 vezes a população de Portugal o número equivalente seria de 585 pessoas mortas pela polícia. Não há números oficiais para comparar porque obviamente que nunca há números oficiais sobre estas coisas, mas a disparidade fala por si.

35 thoughts on “Os Estados Unidos da América são um país racista, quase tanto como Portugal

  1. “mercearias estrangeiras” não me parece uma citação muito honesta Tiago. Basta a polémica para se ser polémico, não é preciso imputar mais do que aquilo que foi dito. Abraço.

      1. Por certo mais fidedigno.

        É que falar de “mercearias asiáticas” abre caminhos que nos levam para os vistos gold e problemas afins, por “estrangeiras” só se discute racismo.

      2. Não sei se será fácil Tiago, sobretudo quando os grandes teóricos contra a gentrificação pouco fazem contra ela e não raras vezes a alimentam. É um bocado o mesmo como comparar um dos países mais racistas do planeta com outro onde ele (hoje em dia) poucas vezes sai da conversa do táxi com violência e a tolerância é, entre outras coisas, algo que se conquistou a ferros.

        Há racismo, seguramente que há, sobretudo no fusil dos polícias que matam – cá como lá mas lá muitíssimo mais do que cá – mas o paralelo parece-me demasiado infeliz para ser debatido. Igualmente infeliz me parece o paralelo com os exemplos nacionais: na discussão das mercearias asiáticas – que me parece uma redundância menos conseguida – não há racismo mas uma tentativa de se discutir uma nova forma de colonialismo financeiro. No “escurinho” não se procura debater nada. É grave que por cá se encolha os ombros. Nos EUA, até agora, – e ainda estamos para ver se isso está a mudar – ouvem-se os aplausos da turba do KKK.

      3. Basta conversar dois minutos com alguém que mora em alguns bairros da área metropolitana de Lisboa para se perceber que o racismo sai, e muito facilmente, directamente do táxi para as esquadras e para os gabinetes de planificação urbana. Nos EUA a polícia mata um tipo e há motins, cá nicles. Nos EUA há cadeias de televisão negras, há radios negras, há jornais negros, há incontáveis instâncias de poder local negro. Em Portugal não há nada disso. Por cá não faltam aplausos da turba do PNR e abaixo-assinados para salvar o polícia que matou a criança cigana. Mas enfim para quê continuar com a lista quando podemos sempre regressar ao esquerdo-tropicalismo.

        De resto nunca me ouviste a mim falar de gentrificação, não sabes o que acho ou não dela e dos seus grandes teóricos, sendo que continuo portanto à espera da explicação, que sem dúvida haverá mas que por alguma razão até agora ninguém me foi capaz de dar.

      4. segundo a plataforma ghetto foram nos últimos anos (não especificam) mortos 15 jovens negros pela polícia em circunstâncias duvidosas. Um outro site americano fala de que entre 1999 e 2014 esse número foi, nos estados unidos, de 76 homens e mulheres. Considerando que os EUA têm 40 vezes a população de Portugal o número equivalente seria de 585.

        http://gawker.com/unarmed-people-of-color-killed-by-police-1999-2014-1666672349

        http://www.buala.org/en/da-fala/musso-mais-um-jovem-negro-morto-pela-policia-na-amadora-another-young-african-murdered-by-th

        Boas viagens de Táxi Renato

      5. Espero que viajar de táxi ainda não seja um acto de gentrificação ou de racismo…

        Os números que avanças não os contesto. Disse de resto que por cá o racismo se vê bem nesse capítulo. Reconhecerás porém que o racismo de um país não se resume a isso. Nos EUA há indicadores, antes da morte por fuzilamento policial, significativamente mais preocupantes e um apartheid racial (também contra hispânicos) muitíssimo mais grave do que aquele que se assiste cá. Podes chamar-lhe o que quiseres, inclusivamente tropicalismo, mas eu vou continuar a poupar elogios aos teus paralelos.

        Boas viagens também!

      6. Claro que não se resume a isso, resume-se também a planos de realojamento colocarem populações totalmente isoladas sem acesso a transportes públicos senão os privados que cobram €4 por viagem ou um sem fim de etcs que precisamente por não serem divulgados como o são nos EUA tu não conheces e julgas que não existem.

        E de novo, não sabes o que é que eu penso ou não sobre gentrificação ou sobre os seus críticos.

      7. Eu nada disse sobre o que tu achas da gentrificação. Disse que quem usou esse argumento tem pouca moral para o fazer. Em todo o caso é um argumento lateral.

        Acho que agora chegamos a algum lado no central deste teu post. A escala dos EUA é outra, também em matéria de racismo. Acho que por isso a resistência tem mais unhas por lá do que por cá. O que falas, desse racismo quotidiano, parece-me incomparavelmente superior e baseio isso, claro, no pouco que conheço de cá e de lá. Lá os linchamentos não acabaram. Cá, se os há, são residuais. Lá o apartheid socio-racial está por todo o lado, cá, apesar de tudo, os tipos do PNR estão votados à marginalidade de um país que soube bem destruir os ovos do ninho da serpente. Podemos pensar outros factores, todos mais preocupantes lá do que cá.

        Isso basta para não nos preocuparmos? Seguramente que não. Mas basear a preocupação neste alarmismo não me parece que seja muito esclarecedor.

    1. não sei pq não me deixa responder ao teu último comentário. Não tenho notícia de linchamentos recentes no Estados Unidos, talvez possas encontrar um exemplo. De resto o pais tem 310 milhões de habitantes, divididos por inúmeras origens nacionais e culturais, tem espaço para ter de tudo, ao contrário de PT. E de resto essa correlação entre haver mais racismo e portanto haver mais resistência é um pouco mal amanhada não? por essa ordem de ideias seria o pais onde mais estaria acesa a luta de classes…

  2. Muito bom o texto. Uma reflexão sobre um tema mudo em Portugal. Não importa se na opinião de alguns possa haver excessos e exageros, não acho que hajam de forma alguma.

  3. Gostei muito ;) Vou publicar na pagina do núcleo de Estudos Africanos para despertar algum pessoal :/
    Em relação ao Ricardo Araujo, tive a sensação que ninguém teve noção como é grave aquela mascara como campanha publicitária. Mas em Portugal encolhe-se os ombros…

  4. O novo anúncio da meo é inenarrável!!! Finalmente alguém fala disso. Já pensava que andava com “paranóias” mas sempre que o vejo na TV dá me voltas ao estômago… Afinal n sou o único.
    E Renato, a Raquel têve muito mal com aquela das mercearias asiáticas, ponto. Ninguém é perfeito.

  5. ÉS UM OTÁRIO.
    PORTUGAL É MIL VEZES MENOS RACISTA DO QUE OS EUA.
    AO AUTOR DO TEXTO:
    PERGUNTA 1) JÁ FOSTE AOS E.U.A.?
    PERGUNTA 2) CONHECES A SOCIEDADE PORTUGUESA?

    A RESPOSTA APARENTA SER NÃO.
    ABRE A PESTANA.
    E SE CURTES TANTO DOS E.U.A. ENTÃO VAI PARA LÁ VIIVER!!!
    APROVEITA A ONDA DE EMIGRAÇÃO.

    PORTUGAL FOI O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A ABOLIR A ESCRAVATURA
    PORTUGAL FOI O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A ABOLIR A PENA DE MORTE

    SE ISTO NÃO CHEGA PARA CONSIDERARES PORTUGAL HUMANISTICAMENTE MAIS AVANÇADO DO QUE OS EUA, ENTÃO É PORQUE NÃO PERCEBES NADA DE DIREITOS HUMANOS.

    OU FICAS ENTUSIASMADO PORQUE O PRESIDENTE DOS E.U.A. É NEGRO?!
    FOI ELEITO APENAS PORQUE A COMUNIDADE AFRO-AMERICANA É DE CERCA DE 30%, O QUE COM OS LATINOS SOMADOS DÁ MAIS DO QUE 50%
    –> LOGO, 1 VOTO POR PESSOA == ELEIÇÃO!
    (VAI APRENDER MATEMÁTICA, Ó NULIDADE QUE FUGIU A MATEMÁTICA PARA HUMANIDADES)

    MAS ISSO NÃO SIGNIFICA QUE AS ESTRUTURAS DO PAÍS NÃO SEJAM GOVERNADAS COM UM PENDENTE RACISTA, QUE É O QUE ACONTECE, NOMEADAMENENTE NO SUL DO PAÍS (OU SEJA, EM FERGUSSON POR EXEMPLO… DAAAAA)

    VAI VER FILMES E SÉRIES SOBRE A GUERRA CIVIL AMERICANA
    VAI ESTUDAR CARALHO E PARA DE ESCREVER MERDA!!!

    1. Caro anónimo.

      Vivi um ano nos Estados Unidos e conheço relativamente bem o pais. Também conheço a sociedade portuguesa relativamente bem, já corri este nosso pais de lés a lés privando de perto com as suas gentes e terras. Os portugueses são um povo de valor, isso ninguém nos tira, mas no que toca a questões de racismo estamos um pouco atrasados.

      Vou estudar e ver séries sim camarada, ca estúpido ca sou!

  6. ÉS UM OTÁRIO.
    PRIMEIRO QUE TUDO, OS GATO FEDORENTO ESTÃO A IMITAR CIGANOS E NÃO NEGROS! LOGO NÃO SABES ANALISAR NEM DESCREVER A REALDADE.

    SEGUNDO, PORTUGAL É MIL VEZES MENOS RACISTA DO QUE OS EUA.
    AO AUTOR DO TEXTO:
    PERGUNTA 1) JÁ FOSTE AOS E.U.A.?
    PERGUNTA 2) CONHECES A SOCIEDADE PORTUGUESA?

    A RESPOSTA APARENTA SER NÃO.
    ABRE A PESTANA.
    E SE CURTES TANTO DOS E.U.A. ENTÃO VAI PARA LÁ VIIVER!!!
    APROVEITA A ONDA DE EMIGRAÇÃO.

    PORTUGAL FOI O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A ABOLIR A ESCRAVATURA
    PORTUGAL FOI O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A ABOLIR A PENA DE MORTE

    SE ISTO NÃO CHEGA PARA CONSIDERARES PORTUGAL HUMANISTICAMENTE MAIS AVANÇADO DO QUE OS EUA, ENTÃO É PORQUE NÃO PERCEBES NADA DE DIREITOS HUMANOS.

    OU FICAS ENTUSIASMADO PORQUE O PRESIDENTE DOS E.U.A. É NEGRO?!
    FOI ELEITO APENAS PORQUE A COMUNIDADE AFRO-AMERICANA É DE CERCA DE 30%, O QUE COM OS LATINOS SOMADOS DÁ MAIS DO QUE 50%
    –> LOGO, 1 VOTO POR PESSOA == ELEIÇÃO!
    (VAI APRENDER MATEMÁTICA, Ó NULIDADE QUE FUGIU A MATEMÁTICA PARA HUMANIDADES)

    MAS ISSO NÃO SIGNIFICA QUE AS ESTRUTURAS DO PAÍS NÃO SEJAM GOVERNADAS COM UM PENDENTE RACISTA, QUE É O QUE ACONTECE, NOMEADAMENENTE NO SUL DO PAÍS (OU SEJA, EM FERGUSSON POR EXEMPLO… DAAAAA)

    VAI VER FILMES E SÉRIES SOBRE A GUERRA CIVIL AMERICANA
    VAI ESTUDAR CARALHO E PARA DE ESCREVER MERDA!!!

  7. ÉS UM OTÁRIO.
    PRIMEIRO QUE TUDO, OS GATO FEDORENTO ESTÃO A IMITAR CIGANOS E NÃO NEGROS! LOGO NÃO SABES ANALISAR NEM DESCREVER A REALDADE.

    SEGUNDO, PORTUGAL É MIL VEZES MENOS RACISTA DO QUE OS EUA.
    AO AUTOR DO TEXTO:
    PERGUNTA 1) JÁ FOSTE AOS E.U.A.?
    PERGUNTA 2) CONHECES A SOCIEDADE PORTUGUESA?

    A RESPOSTA APARENTA SER NÃO.
    ABRE A PESTANA.
    E SE CURTES TANTO DOS E.U.A. ENTÃO VAI PARA LÁ VIIVER!!!
    APROVEITA A ONDA DE EMIGRAÇÃO.

    PORTUGAL FOI O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A ABOLIR A ESCRAVATURA
    PORTUGAL FOI O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A ABOLIR A PENA DE MORTE

    SE ISTO NÃO CHEGA PARA CONSIDERARES PORTUGAL HUMANISTICAMENTE MAIS AVANÇADO DO QUE OS EUA, ENTÃO É PORQUE NÃO PERCEBES NADA DE DIREITOS HUMANOS.

    OU FICAS ENTUSIASMADO PORQUE O PRESIDENTE DOS E.U.A. É NEGRO?!
    FOI ELEITO APENAS PORQUE A COMUNIDADE AFRO-AMERICANA É DE CERCA DE 30%, O QUE COM OS LATINOS SOMADOS DÁ MAIS DO QUE 50%
    –> LOGO, 1 VOTO POR PESSOA == ELEIÇÃO!
    (VAI APRENDER MATEMÁTICA, Ó NULIDADE QUE FUGIU A MATEMÁTICA PARA HUMANIDADES)

    MAS ISSO NÃO SIGNIFICA QUE AS ESTRUTURAS DO PAÍS NÃO SEJAM GOVERNADAS COM UM PENDENTE RACISTA, QUE É O QUE ACONTECE, NOMEADAMENENTE NO SUL DO PAÍS (OU SEJA, EM FERGUSSON POR EXEMPLO… DAAAAA)

    VAI VER FILMES E SÉRIES SOBRE A GUERRA CIVIL AMERICANA
    VAI ESTUDAR CARALHO E PARA DE ESCREVER MERDA!!!

    NOTA: ESTE SITE TAMBÉM É RACISTA… NÃO PERMITE OS POSTS DE TODOS/AS .

  8. ÉS UM OTÁRIO.
    PRIMEIRO QUE TUDO, OS GATO FEDORENTO ESTÃO A IMITAR CIGANOS E NÃO NEGROS! LOGO NÃO SABES ANALISAR NEM DESCREVER A REALDADE.

    SEGUNDO, PORTUGAL É MIL VEZES MENOS RACISTA DO QUE OS EUA.
    AO AUTOR DO TEXTO:
    PERGUNTA 1) JÁ FOSTE AOS E.U.A.?
    PERGUNTA 2) CONHECES A SOCIEDADE PORTUGUESA?

    A RESPOSTA APARENTA SER NÃO.
    ABRE A PESTANA.
    E SE CURTES TANTO DOS E.U.A. ENTÃO VAI PARA LÁ VIIVER!!!
    APROVEITA A ONDA DE EMIGRAÇÃO.

    PORTUGAL FOI O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A ABOLIR A ESCRAVATURA
    PORTUGAL FOI O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A ABOLIR A PENA DE MORTE

    SE ISTO NÃO CHEGA PARA CONSIDERARES PORTUGAL HUMANISTICAMENTE MAIS AVANÇADO DO QUE OS EUA, ENTÃO É PORQUE NÃO PERCEBES NADA DE DIREITOS HUMANOS.

    OU FICAS ENTUSIASMADO PORQUE O PRESIDENTE DOS E.U.A. É NEGRO?!
    FOI ELEITO APENAS PORQUE A COMUNIDADE AFRO-AMERICANA É DE CERCA DE 30%, O QUE COM OS LATINOS SOMADOS DÁ MAIS DO QUE 50%
    –> LOGO, 1 VOTO POR PESSOA == ELEIÇÃO!
    (VAI APRENDER MATEMÁTICA, Ó NULIDADE QUE FUGIU A MATEMÁTICA PARA HUMANIDADES)

    MAS ISSO NÃO SIGNIFICA QUE AS ESTRUTURAS DO PAÍS NÃO SEJAM GOVERNADAS COM UM PENDENTE RACISTA, QUE É O QUE ACONTECE, NOMEADAMENENTE NO SUL DO PAÍS (OU SEJA, EM FERGUSSON POR EXEMPLO… DAAAAA)

    PARA ALÉM DISSO, HOJE EM DIA OS TAXISTAS EM GERAL, ANSEIAM POR CLIENTES DE COR NEGRA, POIS CADA VEZ MAIS, OS ANGOLANOS VÊM A PORTUGAL GASTAR DINHEIRO… OU SEJA, JÁ NÃO SÃO RACISTAS… UM DOS TEUS PSEUDO-ALVOS….!
    TU SIM, ESTÁS A SER RACISTA E A ANOS-LUZ DA REALIDADE.

    VAI VER FILMES E SÉRIES SOBRE A GUERRA CIVIL AMERICANA
    VAI ESTUDAR CARALHO E PARA DE ESCREVER MERDA!!!

    NOTA: ESTE SITE TAMBÉM É RACISTA… NÃO PERMITE OS POSTS DE TODOS/AS .

    1. O site não é racista, os comentários têm um sistema de aprovação, que serve para duas coisas. Primeiro serve para assegurar que todos têm resposta e não caiem, como se costuma dizer, na espuma dos dias. O segundo é para atazanar comentadores como sua excelência, na esperança que este dispositivo de controle lhe provoque digestões difíceis, insónios e raivas mal resolvidas,

      Cordialmente seu

      Tiago

    2. Sim, o país não é racista porque, em vez de negros, os membros do Gato Fedorento têm a cara pintada de ciganos? Isso prova que não somos racistas, só fazemos troça dos ciganos.

      1. Se calhar também podemos falar do quão deprimente e desnecessário é nem sequer percebermos com que minoria é que eles estão a tentar gozar aleatoriamente naquele anúncio que faz zero sentido?

    3. Caro Anónimo,
      Bem provaste que o otário és tu.
      Também que não fazes nem sequer a mínima idea do que racismo mesmo é e das várias facetas dele.
      Obviamente falta-te educação, boas maneiras, respeito e culura de debate.
      Vai tu estudar para ganhares alguma consciência!
      Para além disso, os reflexos e a diarreia cerebral que nos apresentaste aqui suponham que és racista.

  9. Grande post, parabéns, sou um jovem negro e cresci em portugal no “bairro” e passei na pele e cresci ao redor de puro racismos que duvido que haja em outro lado da europa e que nunca passei em nenhum outro lado da europa que ja estive.
    existe 2 tipos de racismo, o racismo “idiota” que consiste em cidadãos chamarem me de preto, recusarem a assentar ao meu lado nos transportes públicos, nao quererem se relacionar comigo pelo facto de eu ser negro, doi mas com o tempo passa ou infelizmente se “acostuma”, a outra é o racismo institucional ex: enviar o curriculum para um trabalho, tendo nascido em portugal normalmente se tem um nome português, receber uma chamado do empregador falando que gostou do cv e quando se vai na entrevista eles verem que sou negro e subitamente a vaga ja estar preenchida, ou a forma como a polícia trata os emigrantes em portugal é nojento, digo isso porque eu próprio passei isso na pele, em criança indo na escola carro de policia a passar por mim perguntando “ho macaco tu andas na escola imitando o som e gesto de um macaco” entre milhares de outras coisas, por vezes fico confuso se é hipocrisia do povo fingindo que nao sabem que essas coisas acontecem nos imigrantes ou se não sabem mesmo que acontece, porque quando acontece algo a um português é o fim de mundo enquanto esse fim do mundo acontece todos os dias nos bairros sociais.
    Enquanto vivia em portugal nao me via a ser ninguém na vida devido a sogregacao e racismo em portugal, tive que sair de portugal para ter uma visao diferente e aperceber que a realidade nao tem que ser aquela, hoje estou na universidade e não tarda estou a acabar o meu curso de contabilidade e espero conseguir ajudar os jovens em portugal a ultrapassar as coisas que eu ja passei e que eles estao a passar neste exacto momento

  10. excelente artigo. eu vivi muitos anos na África do sul sem nunca sentir um comportamento racista e falamos de um país com história nesse aspecto. e a primeira vez que senti racismo foi em Portugal. pode ter sido um caso anormal para uns mas devo dizer que 3 situações em apenas 15 dias não é normal para quem não esta habituado a ser identificado por tudo e nada como oh preto, não é o sr., o camarada, o joven. etc oh preto , vocês pretos são? e isso inclui agentes da polícia. Portugal é e sempre será um pais racista. e o racismo no português vem associado a má educação, um povo ordinário. que diz asneiras constantemente. o outro fala de obama que apenas foi eleito por ser negro e por ter sido votado por negros e hispânicos, é que nem sequer pensou na qualidade do homem nem sequer mencionou que muitos senhores de raça branca votaram em obama participaram da sua campanha. esse anónimo é outro racista disfarçado

    1. E eu que sou branco , vivo num país africano , casado com uma negra e tenho que ouvir todos os dias várias vezes ” Ó branco filho da puta ou pula de merda” , onde sinto um racismo agressivo feito de ódio , que me impede de sair de casa visitar os meus amigos . Onde só saio para ir trabalhar , nem me atrevo a sair aos fins de semana . O mais pequeno incidente serve para te insultarem e agredirem .

    2. Não sei onde vive e tal não interessa, mas apenas posso lhe dizer que racismo não é só contra negros, asiáticos, ciganos… racismo é com qualquer pessoa com raça diferente da sua ou mesmo etnia.
      “Racismo: teoria que afirma a superioridade de certas raças e nela assenta a defesa do direito de dominar ou mesmo suprimir as outras. Atitude preconceituosa contra indivíduos de determinadas raças ou etnias.”
      Nada poderei fazer para eliminar a má experiência que tiveram em crianças, mas não é por terem convivido com uma comunidade racista que todo o país o seja. Atualmente, pelo menos onde vivo, os jovens são educados a respeitar o próximo, seja qual for a sua aparência.
      Bem haja!

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s