“Toda a solidariedade para os presos políticos”, por Carlos Manuel

cm cm2

Ligação directa ao site PRES.O.S.

Suso Cela Seoane, Juan Manuel Olarrieta Alberdi e Aitor Cuervo foram ontem detidos por “apologia do terrorismo”, saíram hoje com medidas de coacção: apresentações quinzenais e foi-lhes retirado o passaporte. Durante as jornadas anti-capitalistas organizadas pelo Gazte Asanblada, dias 22 e 23 de novembro do ano passado, os três foram oradores num debate onde se discutiu a situação dos presos políticos, a experiência passada e a necessidade de organizar a luta armada.

É hoje cada vez mais necessário fazer este debate. Não estamos numa fase de refluxo. Estamos numa fase de agudização das contradições. Uma fase onde até para defender o que existe, vamos ter de sair da trincheira e atacar; onde os figurões mais “realistas” se transformam nos mais utópicos, e o confronto aparece como a única forma de travar a barbárie. Estamos na fase em que os trabalhadores têm de entrar em confronto e preparar-se para a borrasca.

As classes possidentes não têm medo da luta, têm medo da organização da luta. Têm medo de uma organização que apareça para aliar a teoria à prática revolucionária. Têm medo do PCE(r).

O programa do PCE(r) pode ser lido aqui.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s