HOW DO YOU DO? UMA APRESENTAÇÃO COM CLASSE.

How Do You Do

«Toda a sociedade civil está a cindir-se, cada vez mais, em dois grandes campos hostis, em duas grandes classes em confronto directo: a burguesia e o proletariado.» – Manifesto do Partido Comunista.

Calhou cocó! SURPRESA!

A classe, super categoria sociológico-política, um conceito que, simultaneamente, é condição, sujeito, agência e acção, é hoje uma cena escorregadia que não consegue ser eficazmente manuseada sem que a vejamos esvair-se-nos entre os dedos, muitas vezes contra a nossa vontade (já fui apanhá-la com um lenço de papel dos meus sapatos várias vezes).

De facto, é difícil passar pelo pós-modernismo e sobreviver-lhe. Na contemporaneidade, a malta que o atravessou e que é imensamente influenciada por ele costuma, após bater no ceguinho das grandes narrativas, concluir que “this doesn’t mean that we all are always already trapped” e eu fico logo ali porque nunca primei pela perspicácia.

Faz-me lembrar uma história de uma pessoa que conheço que, parodiando, falava da potencialidade de emancipação de um croissant com chocolate. Dizia ela, simbolicamente ridicularizando quem nos presenteava há horas com os poderes sub-reptícios que nos definem, incluindo nas nossas resistências, que o croissant com chocolate sobre a mesa se havia emancipado ao descobrir que não era comido porque existia mas sim que existia precisamente porque era comido e que isso o libertara finalmente das subjectividades impostas sobre ele, existindo a cada dentada até se transformar em esterco pleno de potencialidade de devir (um dever livre, não confundir!).

ass_image

Bom, a classe… Pois, a classe. O que acontece actualmente é que a classe aparece incluída num conjunto alargado de outras categorias e identidades “políticas” (está entre aspas porque esta afirmação tem muito que se lhe diga, mas pouco que se lhe diga aqui – fica para outra ocasião). É uma entre pares numa cadeia de enumeração sociológico-política: raça/etnicidade, género e classe. E, como Laclau, temos mesmo de perguntar: o que é que este “e” faz à classe? Eu pergunto. Laclau, claro está, pergunta e responde:

«The Marxist notion of “class” cannot be incorporated into an enumerative chain of identities, simply because it is supposed to be the articulating core around which all identity is constituted. (…) The term “class”, by becoming part of an enumeration chain, has lost its articulating role without acquiring any new precise meaning» – Contingency, Hegemony, Universality.

O que acontece, depois, é que alguns – que sabem bem que a contemporânea (ainda é?!) política de identidades faz pouco pela revolução – adoptam o repto de JFK: “Ask not what class can do for you. Ask what you can do for class”.

bourgois-class

E pimbas, nasce a classe trabalhadora do século XX, o cognitariado do século XXI e outras coisas parecidas que até podem reinscrever a classe no agenciamento político da contemporaneidade mas que, em si mesmas, são já um “descartanço” pouco elegante da nossa velha, sólida e lúcida teoria de classes – não esqueçamos que o cognitariado, o trabalhador imaterial hegemonizador e etc., ao deter os meios de produção, está desproletarizado e que, se classe for, então, uma categoria puramente política (e já não, de todo, económica), então pode ser outra coisa qualquer, tipo “povo”, sei lá…

Simplista. Eu sei. Nunca primei pela perspicácia, já disse. É que depois vem a “classe em si” e a “classe por si” e a gente enfia-se aqui numa discussão ontológica do caralho (Análise Social, marca registada).

How do you do?

2 thoughts on “HOW DO YOU DO? UMA APRESENTAÇÃO COM CLASSE.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s