“Saudações” e “apoios” ao novo mandato da Dilma

tumblr_n4gjy3PAsW1qmj4o1o1_500

Confesso que não sei qual dos dois é mais comovente. Se o do PCP se o da Banca (Bradesco, Itaú, Santander). Se alguém descobrir as diferenças, é avisar.

tumblr_n6k7dwdaSp1s02vreo1_400

Itaú

“O pronunciamento da presidenta foi muito positivo e a proposta de dialogar na busca de alinhamento para aprovação das reformas necessárias é extremamente importante para o futuro do País. O compromisso com o combate à corrupção e à impunidade reenfatizado por ela é muito bem recebido por todos os brasileiros. A importância da parceria com o setor produtivo e financeiro declarada pela presidenta também traz confiança e tranquilidade aos agentes econômicos, empresários e investidores”

Bradesco

“maturidade e a solidez da democracia brasileira”. “Temos a convicção de que a presidenta reeleita Dilma Rousseff renovou pelo melhor caminho — o do voto da maioria dos brasileiros — todas as condições necessárias para avançar sobre os grandes desafios que o país tem pela frente. Desejamos-lhe as merecidas saudações, com a crença de que teremos quatro anos de muito trabalho e conquistas. (…) O Brasil é exemplo de democracia moderna”.

Santander

O Santander manifestou a “total confiança” na experiência da presidente Dilma Rousseff. Em nota assinada pelo presidente Jesús Zabalza, o banco diz acreditar “na capacidade de liderança (de Dilma) para implementar as medidas necessárias para que o Brasil construa um novo ciclo de crescimento sustentável, que beneficie a todos os brasileiros. (…) a democracia sai fortalecida destas eleições, em mais uma prova da solidez institucional do País.”

PCP

Queridos Camaradas:

Ao tomar conhecimento dos resultados da segunda volta das eleições presidenciais no vosso país, bem como dos resultados para as eleições dos diferentes órgãos federais e estaduais do Brasil, expressamos-vos a nossa alegria e satisfação pela reeleição da companheira Dilma Roussef como Presidente da República Federativa do Brasil, bem como pelos resultados do PCdoB que se afirma como uma força política necessária aos trabalhadores com crescente implantação nacional.

Acompanhamos, com grande interesse e espírito solidário esta importante batalha eleitoral e tudo o que com ela esteve em causa num quadro social e político muito exigente e que coloca grandes desafios ao aprofundamento do carácter progressista do processo iniciado com a Eleição de Lula da Silva há doze anos atrás.

Assim, ao transmitir-vos as nossas felicitações, queremos desejar-vos os melhores sucessos nas batalhas que a situação econômica, social e política brasileira coloca ao vosso partido, em defesa das justas aspirações das massas trabalhadoras e populares do Brasil, da sua unidade e ação em defesa dos seus interesses, pelo progresso econômico e social e a soberania do Brasil e pela construção do Socialismo no vosso País.

Os resultados destas eleições, derrotando ambiciosos projetos da reação e do imperialismo, adquirem uma grande importância para o prosseguimento dos processos revolucionários e de mudança progressista em curso na América Latina assim como na resposta aos grandes desafios que a atual situação internacional, em profunda mudança, marcada por uma profunda crise do capitalismo e por uma violenta ofensiva do imperialismo, comporta. Uma situação muito complexa que exige dos nossos partidos uma ainda maior solidariedade, cooperação e ação conjunta no sentido do fortalecimento do movimento comunista internacional e da frente anti-imperialista.

Confirmando-vos a nossa vontade de estreitar os laços de amizade e cooperação entre os nossos dois partidos enviamos-vos, queridos camaradas, as nossas

Fraternais Saudações

O Secretariado do Comité Central do Partido Comunista Português

Anúncios

6 thoughts on ““Saudações” e “apoios” ao novo mandato da Dilma

  1. “Os resultados destas eleições, derrotando ambiciosos projetos da reação e do imperialismo, adquirem uma grande importância para o prosseguimento dos processos revolucionários e de mudança progressista em curso na América Latina assim como na resposta aos grandes desafios que a atual situação internacional, em profunda mudança, marcada por uma profunda crise do capitalismo e por uma violenta ofensiva do imperialismo, comporta.”

    É evidente que os idiotas não percebem isto!

  2. Deve custar imenso aos militantes realmente comunistas do PCP tragar isto. Custa ainda mais ler os asnos, a armar ao comissário, que acorrem a procurar enquadrar isto. Bem, o que é isto afinal? São as maravilhosas teses da “burguesia anti-imperialista”. Teses que põem os trabalhadores nas mãos das burguesias nacionais ditas “anti-imperialistas” – ainda que estas não tenham que apresentar quaisquer credenciais neste domínio. Retiram aos trabalhadores o seu próprio programa de classe.. e andamos atrás da Presidenta Djiuma.

    Votar nulo ou na Dilma é de facto uma decisão complicada. Poder-se-ia votar nulo ou mesmo boicotar as eleições, se existissem projectos de confronto. Mas como só existe o esgoto reformista, se calhar faria como disse o reformista-mor – tapa-se com a mão esquerda, rabisca-se com a direita, sai-se do local do crime para ir beber uma água das pedras…

    Cumprimentos

  3. huy, oui..

    Piquinino é tu cara!! Existe uma cena que é a independência e hegemonia do proletariado, que a contradição entre burguesias nacionais e imperialistas não anulam.

    Ou seja, uma coisa é votar na segunda volta (tapando a cara com a mão esquerda). Outra bem diferente é bajular a Djiuma pela vitória num comunicado público.

    Tá ligado?

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s