Guevara vive, 47 anos depois do seu assassinato

Tornou-se um ícone, muitas vezes desmaterializado do seu património político. Rebelde com causas, Guevara é dos que não sairá tão cedo do imaginário das gerações que se seguiram e por mais que o capitalismo o transforme numa imagem do circo do espectáculo o seu legado continuará a falar alto na borra do charuto e na ponta da espingarda. Faz 47 anos que foi assassinado, mas as balas só levaram o corpo, o resto não. Cá continuaremos a olhar para a desordem sem perder o carinho e a olhar para a guerra com os olhos na paz.

Nota: Um dia difícil este em que também morreu Brel (há 36 anos) e hoje Loukanikos, o cão das barricadas gregas aqui homenageado pelo Tiago.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s