Já não é MEC, é MEQUE

Screenshots_2014-10-01-01-04-18

Quando alguém duvida da razão pela qual a opinião pública neste país é eucarística é ler qualquer crónica do MEQUE vá… nos últimos 15 anos. Estaremos mais perto do “homem novo”, e consequentemente do amor, depois de enviado o casamento para o museu de história natural. Explicar isso aos padres não é tarefa fácil, e porventura irrelevante, mas faz-me alguma confusão que haja quem ache que o elogio da jura em estilo recado de frigorífico se chama de “crónica” e merece por isso ser paga. Haver quem o leia, entende-se. Haver quem gosta, tal é o estado do tempo, também, haver quem pague é que já é do domínio do escandaloso. Do fantástico.

Deixe o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s